quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

lembrete

eu era do tempo em que os ursos de peluche e dos casacos polares.
na minha casa não se falava de amor, apenas de casamentos.
nunca pensei que uma coisa levasse à outra, ou vice-versa.

corrompi as estradas nevadas com lágrimas de sal.
abri as comportas do desejo.

e tudo isto enquanto tu te ias embora.

Sem comentários:

Enviar um comentário